Memórias do AHR: Embrapa
28 de março de 2011


EMBRAPA TRIGO

       Durante a década de 1970, ocorreu um aumento da população urbana brasileira, quando moradores da zona rural migraram para as cidades em função da crise enfrentada nos campos. Com maior parcela consumidora e menor produção de alimentos, tornou-se necessário o aumento da produtividade de cereais. O governo federal, procurando atender esta demanda, empenhou-se em investir em pesquisas e desenvolvimento de novas tecnologias para aumentar e melhorar a produção de grãos, garantindo um preço mínimo ao produto, créditos e subsídios aos produtores. Com tais incentivos o Estado procurou auxiliar proprietários e arrendatários de terras a aplicação qualitativa do seu capital na produção agrícola.

       Neste contexto foi fundada a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) em 1973, com a intenção de criar novas variedades de sementes de cereais e melhorar as terras cultivadas, adaptando-as às diferentes condições climáticas e de solo de nosso país.  A partir de 1974, são criados em todo o Brasil, pela empresa, diferentes centros de pesquisa. O Centro Nacional de Pesquisa de Trigo (CNPT – também nomeada EMBRAPA Trigo), fundado em 28 de outubro de 1974 na cidade de Passo Fundo foi a primeira unidade descentralizada da EMBRAPA, tendo como proposta principal aproximar a empresa do pólo produtivo de trigo, aumentar a produção e a qualidade do produto no noroeste do Rio Grande do Sul.

       Segundo notícia publicada no jornal O Nacional da época, a comissão técnica da EMBRAPA, após ter percorrido as principais regiões do país a procura de um município que tivesse condições para sediar um centro com tamanha importância, escolheu Passo Fundo. O jornal segue relatando questões pertinentes ao tema dando um enfoque especial a inauguração.  O periódico enfatiza ainda que se pôde perceber a importância da EMBRAPA Trigo pela presença do Presidente Ernesto Geisel em seu lançamento oficial, tendo manchetes exaltando sua vinda ainda mais do que sublinhando a importância da CNPT para o município e região.

       Dentro deste contexto de exaltação a vinda do Presidente Ernesto Geisel, não só o jornal, mas vários setores do município vangloriaram tal fato. A Associação Comercial de Passo Fundo publicou nota conclamando os funcionários do setor a fecharem as portas de seus estabelecimentos para saudar o Presidente e prestar justas homenagens ao mesmo. A Prefeitura tornou pública uma mensagem de satisfação podendo congratular a si e ao povo da cidade e do Estado pelas iniciativas do governo federal que visariam o desenvolvimento da agricultura nacional e, em particular, a do Rio Grande do Sul.

       A EMBRAPA Trigo, prestes a completar 37 anos, continua desenvolvendo tecnologias e pesquisas, não só voltadas ao trigo, mas a todos cereais de inverno e verão, superando algumas dificuldades que inviabilizavam a produção dos cereais no país. Entretanto, a comercialização, a instabilidade referente à área cultivada e o preço são problemas que continuam assombrando a produção de alimentos e lesando seus produtores. É preciso a reformulação das políticas públicas, para o incentivo e o aumento da confiança dos investidores do setor, pois atingindo quase 180 milhões de habitantes e tendo campo produtivo qualificado, o nosso país poderá conseguir produzir o que consome, evitando a importação e a inconstância do preço interno.


Lisiane Paula Staggemeier
Acadêmica do Curso de História da UPF
Fonte: Acervo AHR
Imagem: Paulo Kurtz
Embrapa Passo Fundo



Para ler outros textos de MEMÓRIAS DO AHR... clique aqui


< Anterior   Próximo >